Telegram! – E esqueçam o WhatsApp…

telegram logo

Muito se tem falado nos últimos tempos da aplicação Telegram. Seja pela recente ameaça de bloqueio do serviço, no Brasil, por questões de privavidade ou apenas porque é a aplicação de mensagens por defeito no novo Ubuntu Phone, este tem andado nas bocas do povo. Se para alguns não passa de mais um serviço de mensagens parecido com o Viber ou WhatsApp, mas que ninguém tem, para outros é a melhor aplicação do género (eu faço parte dos outros).

Considero o Telegram Messenger a melhor aplicação pelos seguintes factores:

  • É uma aplicação livre, grátis e Open Source para sempre;
  • Tem um desempenho ligeiramente superior, quando comparado com outras aplicações do género;
  • Pode ser instalado e utilizado em vários dispositivos simultaneamente, incluindo smartphones, tablets e desktops;
  • Pode ser instalado em quase todos os sistemas operativos da actualidade;
  • Tem a possibilidade de criar conversas secretas/encriptadas, com prazo de validade para a sua auto-destruição;
  • Permite criar conversas de grupo com 200 participantes;
  • Permite enviar fotos e vídeos com até 1,5GB;
  • Permite a criação de um identificador (nome de utilizador) para que seja possível dar o nosso contacto telegram sem divulgarmos o número de telefone;
  • Permite o envio de qualquer tipo de ficheiro e não apenas ficheiros multimédia ou contactos, como a concorrência.

Caso tenha ficado claro tudo o que o utilizador pode ganhar com o serviço Telegram, resta apenas descarregar a aplicação e começar a usá-la.

Artigo escrito por

consultor | formador | sysadmin https://pt.linkedin.com/in/carrondo

2 respostas

  1. Dan
    Dan at | | Reply

    O envio de arquivos está com limite de 1,5gb agora.
    https://telegram.org/blog/shared-files

    Vale citar também o fato de ser um projeto não comercial, sem fins lucrativos. É grátis para sempre e não pode sequer ser vendido.
    https://telegram.org/faq/br#p-como-vocs-ganharo-dinheiro

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.